FlorestaNotícias

Fórum Florestal da Bahia atualiza plataforma de monitoramento de uso e cobertura do solo

Devido à sua operação na região, a Veracel Celulose é uma das empresas que financiam a ação que auxilia no acompanhamento da evolução da paisagem ao longo do tempo

Recentemente, foi disponibilizada a última atualização da plataforma do Fórum Florestal da Bahia, focada no monitoramento de uso e cobertura do solo no Sul da Bahia e que acompanha a evolução da cobertura vegetal nos territórios da Costa do Descobrimento, no Sul e no Extremo Sul do estado.

Por meio dessa ferramenta – lançada em 2014 – é possível acompanhar as mudanças do uso do solo de forma transparente e pública. A plataforma também apresenta dados espaciais do mapeamento de uso e cobertura do solo desde 1990. O monitoramento utiliza imagens de satélite de alta resolução, com checagem em campo, para classificação do uso do solo.

De acordo com Erica Munaro, secretária executiva do Fórum Florestal da Bahia, a plataforma contribui para a gestão pública ambiental. “A ferramenta fornece informações e dados visando auxiliar as políticas públicas de ordenamento territorial, restauração de áreas degradadas, zoneamento, biodiversidade, entre outras áreas”, disse.

Nesse contexto, devido à sua operação na região, a Veracel Celulose é uma das empresas que financiam o monitoramento, que segue sendo totalmente independente em sua metodologia, em suas ferramentas e ainda na execução dos trabalhos de pesquisa.

Os dados de 2022 foram atualizados pela empresa Digital Rural, com apoio do Movimento de Preservação, Defesa e Sustentabilidade de Porto Seguro (MDPS) e, após aprovado pelo grupo de trabalho do Fórum Florestal da Bahia, foram disponibilizados na plataforma da ONG World Resources Institute (WRI).

Segundo Virginia Londe de Camargos, gerente de Meio Ambiente da Veracel Celulose, o monitoramento não apenas reflete o cenário atual do território, mas também contribui para a identificação de áreas de florestas naturais, sendo uma ferramenta crucial para a identificação de possíveis corredores ecológicos e visando à conservação ambiental: “Os dados fornecidos nos indicam como temos evoluído quanto ao reflorestamento de nosso território e quais as oportunidades de desenvolvimento que temos nos próximos anos para a preservação de ecossistemas vitais na região”, destaca a executiva.

Os resultados desse trabalho são de uso público, de modo alinhado ao compromisso de transparência do Fórum, e estão disponíveis em uma plataforma reconhecida mundialmente pelo World Resources Institute (WRI) que pode ser acessada clicando neste link.

Fonte
Veracel
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo