FlorestaNotícias

Seapi aprova projeto para promover importância do setor de base florestal no RS

A iniciativa é da Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor), e visa mudar a percepção da sociedade a respeito do setor florestal do estado

No início deste mês de dezembro, foi apresentada à Câmara Setorial das Florestas Plantadas da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) um projeto de comunicação voltado para mudar a percepção da sociedade a respeito do setor florestal do Rio Grande do Sul. A iniciativa é da Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor).

O presidente da associação, Luiz Augusto Alves, afirmou que um dos grandes problemas do setor florestal é a falta de conhecimento da sociedade sobre seus produtos. “Por isso trouxemos essa demanda. Mas a ideia é que o projeto seja do setor como um todo e não apenas da associação”, afirmou.

Diante disso, o consultor da Ageflor, Rafael Conceição, apresentou o projeto e disse que o objetivo principal é mostrar para a população em geral que a madeira oriunda das florestas plantadas não é vilã e que está presente no dia a dia das pessoas.

Segundo Conceição, o plano de trabalho está previsto para dois anos, com expectativa de iniciar ainda em 2024, com a seguinte estrutura base: comunicação; programas de qualificação setorial; ações estruturais de cadastro florestal; estudos e pesquisas; custos estruturais e operacionais de equipe técnica dedicada para execução do plano e prestadores de serviços jurídicos, contábeis e de auditoria contábil para a prestação de contas ao estado.

“Para a realização do projeto, temos uma proposta de obter recursos do Fundo de Desenvolvimento Florestal (Fundeflor)”, explicou o consultor.  Segundo ele, entre as ações de conteúdo, está prevista a produção de duas webséries com quatro episódios cada, mais a produção de um banco fotográfico documental.

A associação objetiva entrevistar produtores, indústrias e representantes do setor de base florestal. “O objetivo é mostrar na prática para onde vai a madeira gaúcha e como ela faz parte do desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul”, destacou Conceição. O projeto foi aprovado pela Câmara.

Fonte
Governo do Rio Grande do Sul
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo