FlorestaNotícias

Sul da Bahia é destaque na conservação das florestas do estado

A região abriga o Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul (MAPES) e possui a maior Reserva Particular do Patrimônio Natural de Mata Atlântica no nordeste brasileiro, mantida pela Veracel Celulose há 25 anos

Na última segunda, 17, foi celebrado em todo o mundo o Dia de Proteção às Florestas. A data tem como objetivo lembrar a importância da preservação dos inúmeros biomas presentes em todo o planeta. Nesse contexto, o Sul da Bahia é um destaque na proteção dos ecossistemas e da biodiversidade do Brasil, sendo uma região reconhecida pela proteção do bioma Mata Atlântica, o mais ameaçado do país e que ocupa praticamente um terço – 36% – do território baiano.

Segundo o Atlas da Mata Atlântica, pesquisa realizada pela Fundação SOS Mata Atlântica, em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o bioma sofreu, em todo o Brasil, a derrubada de 20.075 hectares de florestas no período de um ano, o correspondente a mais de 20 mil campos de futebol.

Apesar disso, a Mata Atlântica da Bahia é um dos mais importantes centros de endemismo do país, com alta diversidade biológica. É nessa região que está o Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul (MAPES), instituído pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA) e constituído por 12 áreas protegidas, sendo uma destas a RPPN Estação Veracel, a maior Reserva Particular do Patrimônio Natural de Mata Atlântica no nordeste brasileiro.

Com 25 anos de história de conservação ambiental, contribuição para a comunidade científica e ações de conscientização ambiental, a reserva está localizada nos municípios de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, na Costa do Descobrimento da Bahia.

São mais de 6 mil hectares de floresta de Mata Atlântica preservada que estão entre as 20 áreas do mundo com maior número de espécies animais e arbóreas. A reserva foi reconhecida pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como Sítio do Patrimônio Mundial Natural, pelo seu importante papel na proteção de espécies da fauna globalmente ameaçadas de extinção.

“Além de abrigar a biodiversidade, as florestas prestam serviços ecossistêmicos fundamentais para a sociedade, como o fornecimento de água para cidades, indústrias e irrigação, a regulação do clima e a polinização das culturas agrícolas. Por isso também é muito importante trabalharmos nos corredores ecológicos que ligam esses fragmentos no estado da Bahia”, destacou Virginia Londe de Camargos, coordenadora de Meio Ambiente da Veracel Celulose e responsável pela RPPN Estação Veracel.

O Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia abrange os municípios de Porto Seguro, Prado e Santa Cruz de Cabrália. Além da RPPN Estação Veracel, estão entre as áreas protegidas o Parque Nacional Pau Brasil; o Parque Nacional Monte Pascoal; o Parque Nacional do Descobrimento; a Reserva Extrativista Marinha do Corumbau; o Refúgio de Vida Silvestre Rio dos Frades; o Parque Municipal Marinho do Recife de Fora; a área de Proteção Ambiental Estadual Caraíva-Trancoso, a área de Proteção Ambiental Estadual Coroa Vermelha; a Reserva Particular do Patrimônio Natural Mamona; a Reserva Particular do Patrimônio Natural Carroula e a Reserva Particular do Patrimônio Natural Rio Jardim.

Fonte
Veracel
Mostrar mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo